Promovido por Álvaro Jardim, debate com artistas ararienses é o primeiro passo para a elaboração do Projeto de Políticas Públicas para o setor da Cultura
10/07/2020 10:59 em Novidades

O pré-candidato a prefeito, Álvaro Jardim, promoveu domingo (5/7) debate virtual com representantes de diversos segmentos da produção cultural e artística de Arari. O debate teve como finalidade fazer um diagnóstico da realidade cultural do município e colher dados que serão utilizados numa discussão mais ampla da qual sairá o Plano de Políticas Públicas que Álvaro Jardim pretende registrar na justiça eleitoral após a homologação da sua candidatura a prefeito na eleição que acontecerá em novembro deste ano.

 

Palestra

Um dos momentos mais marcantes do debate foi a excelente palestra proferida por Joãozinho Ribeiro, ex-secretário de Estado da Cultura do governo Jackson Lago, estudioso e notório conhecedor da cultura maranhense. De forma extremamente didática Ribeiro discorreu sobre aspectos práticos e teóricos relacionadas à gestão da Cultura.

 

De acordo com Joãozinho é imprescindível que as Políticas Públicas de Cultura, quer nos âmbitos estadual, federal ou municipal, sejam elaboradas com base em pelo menos quatro eixos fundamentais: diálogo, descentralização, democracia e financiamento. Ribeiro defendeu também a necessidade de se fortalecer os Conselhos Municipais de Cultura.

Álvaro Jardim explicou que o debate com os artistas ararienses é a primeira de uma série de ações da pré-campanha cuja finalidade é proporcionar à população a oportunidade de participar da elaboração do seu plano de governo.

Jardim disse que o debate virtual foi o ponto de partida para a elaboração de um plano de governo efetivamente popular que levará em conta as reais necessidades, as peculiaridades a história e a realidade do município.

 

Dificuldades e perspectivas

Diversos representantes de grupos artísticos de Arari, nos setores da música, do folclore, do teatro, da dança, e das artes plásticas, entre outros, expuseram seus pontos de vista acerca da realidade e apresentaram sugestões ao promotor do evento.

Vivendo de lembranças

O ineditismo do debate promovido por Álvaro Jardim reacendeu o otimismo de alguns produtores culturais. Líder do Boi de Arari e apresentador do Programa Terreiro da Cultura, na Rádio Progresso FM, Jose Ribamar Teles (Maizena) disse que a realização do debate o levou sonhar novamente.

 

“Eu me acho nesta noite querendo sonhar mais porque nós não somos lembrados. O que eu faço para levar o nome de Arari mais alto é um sacrifício, eu gasto do meu salário para colocar o boi nas ruas. Então é importante que cada gestor, daqui pra frente, valorize a cultura porque a nossa cultura está vivendo hoje só de lembranças, pouca coisa está funcionando. Então, nós precisamos de oportunidades”, destacou Maizena.

 

Toada emblemática

O cantor e compositor Ely Cruz, também lamentou que setor da cultura tenha sido desprezado durante os últimos anos. O descontentamento que o compositor externou durante o debate foi, inclusive, tema de uma toada emblemática que Ely compôs em homenagem à cidade de Arari, por ocasião das comemorações de 156 anos de emancipação política do município.

 

Dou parabéns à minha cidade

156 anos de emancipação

Alegria por um lado tristeza com essa gestão

Que durante oito anos veio acabando com as festas culturais

Vou falar meu povo dos nossos carnavais

E das festas juninas que a gente não tem mais

Essa gestão com tudo acabou

Como arariense eu não gosto desse fato

Vou dizer de novo para alegrar meu coração

Arari eu sou feliz só fico triste é com essa gestão

 

Esporte e Lazer será o tema do próximo debate a ser promovido por Álvaro Jardim, em data a ser confirmada.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!