Funcionários da Rede de TV da Igreja Internacional são atingidos pela crise do coronavírus: 80 demitidos agora poderão ficar em casa
27/03/2020 11:27 em Novidades

 

Cortes atingem comunicadores, de produtores a diretores

Demissões em massa. Assim pode ser classificada a decisão tomada pelo comando da Rede Internacional de Televisão (RIT TV). Mantida por fundação ligada à Igreja Internacional da Graça de Deus, a emissora iniciou o processo de cortes na manhã desta terça-feira, 24. Dispensas que atingem diversas praças e, segundo apurado pela reportagem do Portal Comunique-se, devem reduzir em 80 os postos de trabalho no veículo de comunicação liderado pelo religioso R. R. Soares.

 

As dispensas atingem produções jornalísticas então mantidas pela RIT TV em todo o país. Informações dão contas que a sede do canal, no Centro de São Paulo, será a mais atingida. Na matriz, jornalistas estão sendo demitidos. Ação que vai de repórteres e produtores a diretores, passando por cinegrafistas e editores. Com isso, atrações como o jornalístico ‘RIT Notícias’ já veem suas equipes serem reduzidas. Outros produtos serão descontinuados da grade de programação — que certamente seguirá os exibindo os telecultos de R.R. Soares e demais líderes da igreja.

 

São Paulo, porém, não é a única praça a ser atingida pelas demissões na RIT TV. A emissora também está promovendo cortes em Londrina (PR), Porto Alegre e Ribeirão Preto (SP). “Fila na clínica para fazer exame demissional”, lamenta um dos demitidos em contato com a reportagem do Portal Comunique-se. Ele pede para não ter o nome divulgado, para evitar sofrer represálias por parte de R. R. Soares ou qualquer outro membro do comando da emissora ou mesmo da Igreja Internacional da Graça de Deus. “Tem funcionários com 10, 15, 20 anos de casa sendo demitidos”, prossegue o profissional. Além da RIT TV, as demissões impactam outras divisões da Fundação Internacional de Comunicação (FIC). São os casos do canal RIT Notícias, da Nossa Rádio e a Graça Music.

 

Igrejas fechadas

As mais de 80 demissões na RIT TV ocorrem em meio ao fechamento da Igreja Internacional da Graça de Deus. Ação que ocorre em meio à pandemia do novo coronavírus. Com as igrejas fechadas, R. R. Soares pediu, por meio da televisão, que os fiéis fizessem doações pela internet. O líder religioso passou a conta mantida pela denominação em três bancos: Brasil, Bradesco e Itaú. “Se você não sabe fazer a transferência [online], um filho, uma filha, uma pessoa pode fazer para você pelo computador”, indicou. Mensagem que foi veiculada na véspera das demissões em massa.

 

Notícia reproduzida do portal Comunique-se.

O título original da postagem é: Vinculada à igreja de R.R. Soares, emissora de TV demite em massa

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!